Tudo no SEU tempo

Oi meus amorxs!! Tudo bem por aí? Eu ando bem corrida com a semana de provas e muito trabalho a fazer, mas arrumei um tempinho pra conversar com vocês sobre algo que já pode ter incomodado muitas cacholas por aí.

Desde que eu fiz meu BC, ou melhor, desde que entrei em transição, ouço muita especulação a respeito do futuro, de uma possível recompensa por ter assumido o meu cabelo natural e afins, mas eu sempre discordei disso e precisava deixar claro aqui. A maioria dos que me acompanham sabe que eu tenho uma meta de crescimento para o meu cabelo e que sonho fazer penteados e coisas que só esse comprimento me permitirá, mas isso não tem nada a ver com não gostar de cabelo curto, é só um desejo, e pode ser que depois de uma semana da meta atingida, eu simplesmente tenha vontade de raspar meu cabelo (e não vejo problema nenhum em o fazer, muito pelo contrário, as vezes morro de tentação, mas prometi pra mim que se o fizer só será depois de alcançar minha primeira meta).

A questão é: muita pressão é imposta mesmo depois que você resolve assumir o seu natural. Ainda vai ter gente dizendo “não corta agora, vai ficar muito curto, parecendo um homem”, “corta logo, já está em transição há muito tempo”, “você vai ver que é só uma fase ruim, logo seu cabelo vai estar enorme” e muito mais. Pois eu digo que sempre busquei curtir cada fase do meu cabelo beeeeemmmmmmmm direitinho e só fiz as coisas quando me senti pronta (a maior prova disso é que cortei o cabelo três vezes antes de tirar toda a química). Então não se deixe levar por comentários de quem não consegue entender o seu tempo, VÁ COM CALMA, OU NÃO, MAS VÁ NO SEU TEMPO. Quando você estabelece uma data para ultrapassar cada fase basead@ simplesmente no desejo de outras pessoas, você perde a chance de curtir esse momento que pode ser (e provavelmente será) único.

Não importa o quão curto fique, isso não é feio. Não importa quanto tempo demore, isso deve ser confortável para você. Não elogie meu cabelo comparando-o ao dia do meu BC como se eu fosse um exemplo de superação por ter o cabelo maior agora, como se aquela fase inicial tivesse sido dolorosa, porque eu estava LINDA com o meu curtinho. Eu fiz as coisas por achar que estava pronta e espero que vocês consigam fazer assim também (só frisando que se alguém de vocês precisar conversar a respeito, eu estou disponível em todas as redes sociais <3 ). O meu desabafo / pedido de hoje é para que você ouça mais a si do que ao outro na hora de pular de fase em relação ao seu cabelo, porque isso pode ter um impacto enorme no jeito que você se vê, na aceitação do seu cabelo natural, em coisas que as vezes a gente nem consegue relacionar. E acima de tudo, APROVEITEM BEM CADA MINUTINHO DE QUALQUER MOMENTO QUE SEU CABELO ESTEJA VIVENDO. Um beeeeeeeijxs e até a próxima

Isso foi no meu tempo:

efficient ways to get around the city

5 thoughts on “Tudo no SEU tempo

  1. e isso ai penso da mesma forma , terminei a minha transição e mantive meu cabelo na altura do ombro por 2 anos , e agora que me ver de cabelo longo e aproveitar a fase , mas quando me der a louca eu corto novamente porque sou apaixonada por cabelo curto mas quero me enxerga em todas as versões que o meu cabelo natural vai me proporcionar . um xero flor adorei conhecer teu bloog

  2. Concordo plenamente! Eu, para não quebrar, nem danificar o cabelo novo,criando o chamado “scab hair’, pois estava morrendo de medo de raspar tudo, usei tranças simples durante um ano e só depois fui fazer o big chop. Fará seis meses daqui a alguns dias e meu cabelo já está enorme e crespíssimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.