Difusor: a arma da transinetxe

Oooooi, meus amorxs! Recadinho número um: Hoje eu to cheia de recadinho. Recadinho número dois: tô planejando um sorteio, então fiquem ligajeans. Recadinho número três: to – a m a n d o – o feedback que vocês estão me dando nas Redes Sociais do TIPO4. Recadinho número quatro: mandaram te dizer que tu tem que seguir o @soutipo4 no insta. Recadinho número cinco: já era os recajeans! Agora vamo lá? O post de hoje é pra você transinetxe, que tá sofrendo, chorando, em busca de um amor. SEUS PROBLEMAS ACABARAM!

Se tem uma coisa que você fica quando entra em transição é criativa. Você inventa tudo quanto é jeito de fazer o cabelo dar nem que seja uma voltinha e o que existe por aí de texturização, migxs, é babado viu!? Maaaaaaxxxxxx, hoje, minhas darlins, eu vim trazer o que realmente me salvou quando eu ainda tinha química no cabelo (por medo do BC): o maravilhindo difusor.
ATENÇÃO, se tu tá meio perdidxs aqui, acessa a aba Dicionário Cacheadxs e se familiariza com esse monte de nomezinho estranho, tá?A técnica que eu usava era bem simples e eficaz: com o cabelo molhado, eu passava creme para pentear (uma boa quantidade, pois isso que seguraria os “cachos” que eu formasse) e desembaraçava os cabelos, logo após eu amassava das pontas para a raiz continuamente com uma certa força na mão para o cabelo tomar forma (se você achar necessário, pode acrescentar mais creme, as vezes eu sentia que perdia um pouco dele no desembaraço). Quando eu via que o cabelo já estava num formato legal, amassava da mesma forma só que com uma toalha sem pelos (também serve uma camisa velha de algodão) e por menos tempo. Você já pode se dar por satisfeita, mas aí que tá a diferença, quando você depois de tudo isso, usa o difusor, acontece a mágica: seu cabelo fica bem mais seco, o que garante que não desmanche tão fácil e ganha mais volume, é justamente esse volume que disfarça que o seu cabelo ainda tem química. Vê só o resultado:
    
Obs importante: amo forninhos, amo vcs. Beeeeeeeeeijxs e até a próxima 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.